Dentistas

Quais os requisitos para abrir uma franquia odontológica?

Publicado em 31 de julho de 2020.

Como abrir uma franquia odontológica? Já pensou nisso? Antes de encontrar a melhor alternativa para investir em um segmento de grande destaque no mercado da saúde no Brasil, é necessário cumprir alguns requisitos.

Durante anos, o Conselho Federal de Odontologia (CFO) tem confirmado um superávit na balança comercial, em comparação aos demais segmentos do mercado. Com isso, a franquia odontológica se torna uma alternativa atraente e lucrativa para empreender.

Se você está em busca de orientações e quer identificar quais os requisitos para abrir uma franquia odontológica de sucesso, hoje é seu dia de sorte e você está no lugar certo!

A equipe da REDEORTO preparou no post de hoje, um artigo que irá facilitar sua compreensão sobre o tema, com dicas e sacadas de especialistas no assunto.

 

Sendo assim, sem maiores delongas, confira agora quais passos e critérios adotar, bem como as características necessárias para que você seja um (a) empreendedor (a) de sucesso com a franquia de uma clínica odontológica.

 

O que é mesmo uma franquia odontológica?

Entender o que é uma franquia odontológica é essencial, antes de partirmos para os requisitos básicos para investir em um projeto deste porte, não é mesmo?

Podemos dizer que uma franquia para dentistas promove uma série de serviços odontológicos, por meio de um interessante modelo de negócios.

Os serviços podem incluir desde implantes dentários e tratamentos clínicos e ortodônticos, até odontopediatria e outros procedimentos, sempre relacionados à saúde bucal.

O empreendedor, neste modelo, conta com o suporte da empresa franqueadora para tudo o que é preciso, envolvendo desde a estruturação do negócio, até a gestão da empresa.

Por que é interessante abrir uma franquia odontológica?

Imagine só, investir em um modelo de negócio com baixo risco de mortalidade? A franquia tem essa vantagem, em comparação aos demais negócios.

Para se ter uma ideia, estimativas do Sebrae indicam que a taxa de fechamento de empresas franqueadas no período de 10 anos, é de apenas 15%. Já nas empresas independentes este índice chega aos 75%. Uma enorme diferença, não é mesmo?

Com isso, concluímos que se trata de um investimento de baixo risco. Sem contar que, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o Desempenho do Franchising Brasileiro de 2019 apresentou um aumento no faturamento de 6,8% com relação ao ano anterior.

Além disso, quando pensamos em franquias do segmento da saúde, o aumento chega a 7,2%.

 

Requisitos para abrir uma franquia odontológica: perfil empreendedor

No caso de você aí do outro lado da telinha ser um dentista, responda uma coisa: você está satisfeito em apenas ir ao consultório, atender seus pacientes e ir embora?

Ou, você tem interesse em crescer, expandir seu negócio, agregando um vertical maior de negócios e serviços, além de lidar de maneira mais ampla com a gestão de pessoas?

Para se lançar no universo das franquias odontológicas de sucesso, um dos requisitos desejados é iniciativa e perfil empreendedor.

Mas, o que define um perfil empreendedor? Longe de querer traçar uma forma ou modelo ‘engessado’ do que é ser um empreendedor, podemos, contudo, relatar algumas características comuns do jeito de ser daqueles que investem no próprio negócio.

As principais características são:

  • Forte desejo de buscar metas, superar limites;
  • Perseverança, comprometimento e determinação;
  • Senso de oportunidade;
  • Assumir responsabilidades;
  • Buscar autoconhecimento;
  • Tomar iniciativa;
  • Buscar soluções;
  • Saber ouvir críticas e extrair feedback;
  • Ter paixão pelo que faz;
  • Boa conduta, pautada na ética, acima de tudo;
  • Profissionalismo;
  • Resiliência;
  • Ambição e paciência;
  • Criatividade e liderança;
  • Autoconfiança;
  • Facilidade de adaptação;
  • No caso da franquia, saber lidar com acompanhamento e/ou supervisão do trabalho;
  • Gostar de trabalhar com o público;
  • Busca do aperfeiçoamento profissional e pessoal;
  • Poder de persuasão.

Requisitos para empreender em um franquia odontológica de sucesso: capacidade administrativa

Com a estratégia de expansão empresarial da franquia, você gera maior escalabilidade ao negócio e com isso, faz com que ele cresça de forma ágil. Contudo, a estratégia não se faz sozinha, como que por mágica.

Exatamente por isso, outro item importante para quem quer investir no franchising é a capacidade administrativa, que precisa ser desenvolvida pelo empreendedor.

O profissional deve ter em mente que lidar com pessoas será algo recorrente, não somente no papel de profissional da área da saúde, mas sobretudo no papel de gestor e empreendedor.

Contratar colaboradores de forma assertiva, lidar com equipes e com todos os processos referentes à administração da franquia odontológica, é de fato, muito importante para ser bem-sucedido (a) na empreitada.

Perceba que, independentemente de você ser dentista ou um empresário/investidor, a vantagem de atuar como franqueado (ou seja, quem vai explorar o negócio), montando um negócio a partir de uma franqueadora(a dona da marca), é a mesma.

Você usufrui do potencial da marca, sua reputação, os produtos, diferentes tipos de serviços, bem como toda a tecnologia e know-how, seguindo os padrões e regras determinadas pela franqueadora.

E a capacidade administrativa para os negócios é item de primeira ordem para o sucesso desse modelo de negócio.

Capital para o investimento na franquia odontológica

Há diferentes modelos de negócios, quando pensamos em franquias odontológicas. Com isso, há também diferentes valores, de acordo com a rede escolhida e com o plano adotado.

Independentemente da escolha, como sabemos, empreender significa investir. Sendo assim, é importante que você tenha um plano de negócios bem definido e que possua capital.

Pagar a taxa da franquia e manter um capital de giro até receber os lucros do negócio, é essencial.

Conheça os modelos de negócios disponibilizados pelas franquias odontológicas de sucesso no mercado

Antes de investir em algo, é imprescindível entender como funciona esse investimento e analisar se ele é indicado para o seu perfil, correto?

Quando você considera investir em uma franquia odontológica, não é diferente. Além de pesquisar as marcas que atuam no mercado, e analisar o tempo de atuação e qualidade da empresa, é importante conhecer de perto os modelos de negócios.

Um exemplo de versatilidade em modelos de negócios, onde o empreendedor encontra o mais alinhado à sua realidade, é a REDEORTO, uma das franquias odontológicas de maior destaque no segmento.

Há 3 opções para melhor atender os franqueados, como por exemplo:

  • Modelo Smart

Esse plano das franquias REDEORTO é construído para os pequenos consultórios odontológicos. Há um valor promocional para a taxa de franquia, e o investimento médio é muito em conta.

  • Modelo Conversão

Criado com o intuito de transformar sua clínica em um negócio de alta performance e claro, promover a escalabilidade. Os royalties são de 8% e o fundo de marketing de 2%.

  • Modelo Premium

Como bem diz a descrição da REDEORTO:

“Um modelo desenvolvido para aqueles que querem começar um novo projeto de sucesso.”

Cada um dos planos tem valores diferenciados, cabendo ao empreendedor avaliar aquele que esteja alinhado ao seu capital e situação.

Algo que apenas uma empresa com duas décadas de história e que tem como propósito transformar vidas levando saúde e sorriso, pode proporcionar.

Análise e conhecimento da COF

Requisito básico antes de abrir uma franquia é ler atentamente um documento que a franqueadora irá disponibilizar a você. Trata-se da COF- Circular de Oferta de Franquia.

Antes da assinatura do pré-contrato, o franqueado deve receber este documento que versa sobre as informações comerciais, financeiras e jurídicas da futura franquia.

Todos os requisitos legais que devem constar neste documento estão inseridos no artigo 3º da Lei 8955/94.

Depois de abrir uma franquia, quais as obrigações do franqueado?

Além dos requisitos prévios para que o empreendedor possa investir em franquias odontológicas de sucesso, há também as responsabilidades do franqueado, não é mesmo?

Conforme for estabelecido no contrato, o empreendedor precisa cumprir obrigações para fazer parte de uma rede, como por exemplo:

  • Administração com foco em resultado

Desde o bom funcionamento da empresa, passando pela gestão de pessoas e recursos financeiros, o empreendedor que investe na franquia de uma rede odontológica deve sempre ter como meta, fazer o negócio crescer, trazendo lucros.

  • Bater as metas propostas

Superar as metas estabelecidas é fundamental para o sucesso de uma franquia odontológica de sucesso.

Geralmente, a franqueadora é quem determina essas metas. Você, no entanto, não estará sozinho (a). A marca detentora do nome da franquia prestará o suporte necessário.

  • Seguir os padrões definidos pela franqueadora

Como já dissemos, a franquia odontológica implica em seguir padrões, tanto de atendimento, quanto de uso da marca e divulgação dos serviços.

Ao investir em um respectivo modelo de negócio de uma franquia, cabe ao franqueado respeitar e seguir as regras definidas pela marca e atuar de maneira alinhada aos padrões estabelecidos.

  • Prestar contas

Dados relativos ao alcance de metas e faturamento mensal, precisam ser repassados para a rede franqueadora.

Tenha em mente que o valor de pagamento da taxa de franquia está relacionado à respectiva porcentagem sobre o lucro da franquia.

  • Contar com produtos adquiridos em rede credenciada

Ao ter um modelo de negócio pautado no franchising, é de obrigação do franqueado adquirir equipamentos e materiais somente da rede credenciada pela marca da franquia.

Como acertar na escolha de uma franquia odontológica?

Muitos profissionais do setor odontológico, ou mesmo empreendedores em geral na busca de um negócio rentável, ficam em dúvida sobre como acertar na escolha de uma franquia.

Antes de tudo, ao entrar em contato com uma rede de franquias, avalie desde o início de que forma é feita a comunicação. Por exemplo, é uma comunicação assertiva, eficiente? Esse é um importante diferencial.

A rede transmite segurança? É recente no mercado ou já tem bagagem, reputação e credibilidade?

O modelo de negócio oferecido já foi testado e comprovado na prática?

Outro ponto de extrema relevância a ser considerado para que você acerte na escolha da franquia odontológica é observar o nível de satisfação daqueles que já são franqueados pela marca.

As pessoas recomendam a franquia? Ela é bem avaliada? Procure pesquisar as redes sociais  e acessar o site da empresa, veja se há depoimentos dos parceiros de negócios no site da franquia. Isso ajudará bastante em sua decisão.

Franquias REDEORTO traz uma série de vantagens

Até aqui, falamos sobre os requisitos e obrigações que um empreendedor deve levar em conta, no que se refere às franquias odontológicas. Falamos também sobre o segmento de saúde e seu constante crescimento, o que torna o investimento no setor ainda mais vantajoso.

Contudo, é importante destacarmos que há diversas opções em redes de franquia odontológica e que é importante avaliar os modelos de negócios de cada uma das opções, antes de fechar o negócio.

Um ponto crucial para nortear e finalmente definir a sua escolha, é analisar as vantagens, benefícios e diferenciais da empresa franqueadora.

Não é por menos que a REDEORTO é apontada como uma das melhores opções em franquias de sucesso. De fato, a empresa faz justiça ao ser apontada como uma das maiores redes de clínicas odontológicas do país.

Algumas vantagens reveladas pela REDEORTO são:

  • A franquia REDEORTO tem um modelo de negócios que já é testado e validado no mercado;
  • Suporte vitalício, que permite ao franqueado obter excelentes resultados, mesmo que ele não tenha experiência (Suporte especializado em todas as fases da operação);
  • Transferência completa de know-how;
  • Time de consultoria de campo para ajudar ao franqueado a conquistar seu sucesso;
  • Marca conceituada, fator capaz de diminuir o tempo de maturação do negócio;
  • Assessoria na escolha do ponto, e também no projeto arquitetônico, reforma e montagem;
  • Acesso a ampla rede de compras com os melhores fornecedores do mercado, com descontos que podem chegar em até 60%;
  • Estrutura e preparo para suporte de crises;
  • Plataforma de negócios, com os melhores profissionais nas mais diversas áreas;
  • Captação de clientes por meio de ações de marketing regionalizadas;
  • Agência de publicidade com atendimento dedicado e especializada em marketing digital, trazendo muito mais resultado;
  • Aumento das chances de sucesso em comparação a um negócio independente.

Restou alguma dúvida relacionada com o tema? Está considerando investir em franquias e quer saber mais? Conte pra nós que entraremos em contato.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Postar Comentário