Clientes

O que considerar ao colocar um implante dentário?

Publicado em 8 de outubro de 2020.

Implante Dentário

Colocar um implante dentário é um sonho para você? Seria ele uma boa alternativa para solucionar a questão da perda de dentes?

Muito se fala a respeito desse tipo de tratamento bucal, o que nos leva a ter, por outro lado, uma série de questionamentos, certo?

Essa metodologia capaz de melhorar não apenas a estética facial, como também de promover às pessoas a melhora na mastigação, traz resultados expressivos no que se refere à autoestima e confiança.

Sendo assim, se você busca por esse tratamento, é extremamente necessário ter em mente alguns fatores e condições, bem como desfazer determinados mitos para que ao se consultar com o seu dentista, você possa junto a ele, optar de forma tranquila e segura pelo procedimento do implante dentário.

Exatamente por isso, a equipe da REDEORTO produziu este conteúdo, especialmente para você, abordando tudo o que você deve considerar ao escolher a solução que é capaz de devolver o seu sorriso. Ao final desse post você resolverá as principais dúvidas que aparecem na hora de colocar um implante dentário.

Quer se aprofundar no tema com a gente? Então continue a leitura do texto e confira tudo a seguir.

O que é um implante dentário?

Sabia que os implantes dentários aparecem como uma das primeiras opções para a reposição de dentes, tanto por parte do profissional Cirurgião-Dentista, quanto por parte do paciente?

Apesar da prótese dentária também ser em alguns casos uma alternativa viável, colocar um implante dentário pode se mostrar uma boa solução.

Em linhas gerais, podemos definir o termo como um procedimento de substituição da raiz do dente perdido. É um tipo de cirurgia feita com anestesia local.

Quais os tipos de implantes?

Podemos destacar 3 tipos:

  • Implante Unitário

Esse tipo de procedimento é indicado para recuperar as pequenas áreas com dentes perdidos. Consiste na instalação do implante e, após o período denominado osseointegração do implante, confecciona-se uma prótese exatamente sobre o implante, finalizando assim o tratamento.

  • Implante de Carga Imediata

Já no método de Carga Imediata, é preciso duas fases de tratamento. Temos a fase cirúrgica e a fase protética. As duas intervenções realizam-se com intervalo de apenas alguns dias, ou algumas horas.

  • Protocolo

Se o paciente, no entanto, precisa extrair um número elevado de dentes, ou até mesmo já não conta com dentes em sua arcada, temos no Protocolo uma solução para a reabilitação.

Nele, são inseridos de 4 (quatro) a 6 (seis) implantes, sempre de acordo com a  situação de cada paciente. Dessa forma, é possível recuperar tanto a arcada superior quanto a inferior.

Pacientes que já utilizam uma prótese total (dentadura), também podem ter como recomendação, esse tipo de metodologia. Essa prótese é fixada sobre os implantes, o que permite plena segurança para sorrir, mastigar e falar.

Em todos os tipos de implantes, é possível contar com as seguintes vantagens:

  • Recuperação das funções mastigatórias e funções estéticas;
  • Aumento da autoestima e da saúde bucal.

Mas, será que todos podem realizar o procedimento? Há algum tipo de manutenção? Dói? É possível que o organismo rejeite o implante?

Descubra as respostas destas e demais dúvidas, a seguir.

Colocar implante dentário dói?

Durante o procedimento, o paciente não sente nenhuma dor. Sendo assim, você pode se manter tranquilo durante a intervenção. Contudo, após o efeito da anestesia, há casos em que o paciente apresenta algum desconforto. Isso pode ocorrer especialmente durante a mastigação de alguns alimentos mais rígidos.

Porém, nos primeiros dias depois do procedimento, é importante utilizar os medicamentos indicados pelo seu dentista, geralmente analgésicos ou anti-inflamatórios.

Meu organismo pode rejeitar o implante?

Não há rejeição, haja vista que o material usado é de titânio, ou seja, ele tem como característica ser biocompatível e totalmente aceito por qualquer organismo. Sendo assim, ele integra-se ao osso facilmente.

Posso fazer em todos os dentes?

Graças ao implante do tipo Protocolo, hoje é possível a colocação de todos os dentes, somente com quatro implantes. Há ainda próteses fixas, onde com dois implantes é possível fixar três dentes, um ao lado do outro. Sempre vale dizer que tudo depende da avaliação de cada caso.

Tenho diabetes, posso ser submetido(a) ao procedimento?

A resposta é sim. Há alguns cuidados extras, que precisarão da avaliação médica e do dentista, no entanto, não há nada que impeça o procedimento pelo fato do(a) paciente apresentar tal condição.

Em que condição o procedimento não é indicado?

O processo é contraindicado para pacientes que têm dificuldade de cicatrização ou até mesmo que apresente alguma deficiência no sistema imunológico.

Alguns cuidados recomendados a todos pacientes

Independentemente de qualquer coisa, há alguns cuidados básicos que todos pacientes devem nutrir ao realizar o procedimento.

Nos primeiros meses, por exemplo, é necessário priorizar na alimentação, aqueles alimentos de texturas mais moles. É o caso de peixes, massas, sopas, legumes, etc.

Como já foi dito, os analgésicos e anti-inflamatórios, prescritos pelo dentista, serão uma boa companhia nos primeiros dias.

Outro cuidado importante é a recomendação de visitar o dentista a cada seis meses. Isso é imprescindível para o sucesso do tratamento. Durante as consultas, será realizado o controle clínico, as avaliações e limpeza. A higienização rotineira, da prótese e dos implantes, é fator crucial para a sua saúde bucal.

Seguindo as recomendações de forma correta, a implantodontia proporciona, de fato, uma série de benefícios aos pacientes. É sempre importante ter em mente que, se em épocas mais remotas, o tratamento estava ao alcance de uma pequena parcela da população, hoje o procedimento conta com valores muito mais acessíveis.

Recupere agora sua autoestima com a implantodontia

Quando uma pessoa apresenta dentição incompleta, é comum que ela se sinta envergonhada e deixe muitas vezes de falar, de expor sua boca e principalmente, deixe de sorrir.

Há pessoas que simplesmente param de se alimentar em público. É algo bem preocupante, pois ataca fortemente o aspecto emocional e psicológico, atacando sua autoestima.

Como pudemos perceber no artigo de hoje, com a ajuda do implante odontológico, o sorriso retorna,  a pessoa se sente mais confiante em suas relações pessoais e profissionais.

Sendo assim, com o implante de dentes, recupera-se mais do que a estética. Você passa a contar com mais bem-estar, e traz aquela atmosfera mais positiva na vida.

Você sabia que a REDEORTO ajuda você a recuperar sua autoestima com o melhor implante? Com a gente, você conta com:

  • Planejamento em 24h;
  • Diagnóstico por Imagem;
  • Alta Tecnologia;
  • Rigoroso protocolo de Biossegurança.

Quer aumentar a autoestima e ter o sorriso que sempre sonhou? A REDEORTO, é referência no mercado ortodôntico, e oferece o tratamento exato para suas necessidades. Entre agora em contato conosco e faça sua avaliação!